Aves BenficaBoavistaBraga FC PORTO MaritimoMoreirense PortimonenseRio AveSanta ClaraSportingTondelaVit.GuimarãesVitória de Setubal

Você está aqui:Ligas & Campeonatos»Portugal»1ª Liga»FC Porto 1-0
domingo, 03 novembro 2019 10:19

FC Porto 1-0

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

Iván Marcano, aos 13 minutos, fez o único golo dos 'azuis e brancos', que voltam a ficar a dois pontos da liderança.

Os assobios ouvidos após o apito final no Estádio do Dragão dizem tudo: foi um dos piores jogos da temporada do FC Porto, que ainda assim conseguiu vencer o Aves, graças a um golo de Iván Marcano aos 13 minutos. O resultado permite aos 'azuis e brancos' repor em dois pontos a desvantagem para o líder Benfica.

Depois do empate (1-1) no terreno do Marítimo, Sérgio Conceição surpreendeu ao lançar Bruno Costa no lugar de Matheus Uribe. De resto, o treinador portista manteve a base dos últimos duelos, deixando Zé Luís e Alex Telles novamente de fora, porventura a pensar no duelo europeu com o Rangers. Do lado do Aves, destaque para a estreia absoluta de Raphael Aflalo na baliza, por troca com Quentin Beunardeau, o habitual titular.

Apesar da exibição bastante pobre, o FC Porto não acusou o 'tropeção' na Madeira e só precisou de 13 minutos para chegar à vantagem. Depois de uma bonita homenagem a Fernando Gomes no minuto 9 - número que utilizava enquanto jogador – Marcano vestiu a pele de ponta de lança para fazer o primeiro golo da noite (terceiro na temporada): bom cruzamento de Otávio, com o defesa central a aparecer na área e a atirar, de primeira, para o fundo da baliza - a bola ainda bate no poste esquerdo antes de entrar. 

 

O Aves procurou responder de livre direto, mas o remate de Welinton Júnior, ainda que forte, saiu muito por cima da baliza de Marchesín.

Aos 24’ Hélder Malheiro assinalou grande penalidade a favor dos ‘azuis e brancos’, considerando que houve falta de Afonso Figueiredo sobre Bruno Costa. No entanto, depois de conferenciar com o VAR e ir ele mesmo visionar as imagens, o juiz de Lisboa acabou por reverter a decisão.

A precisar urgentemente de pontos, o Aves ainda tentava ameaçar, mas mostrava dificuldades em chegar ao último terço. Aos 30 minutos, Welinton Júnior aproveitou um livre lateral para assustar Marchesín, com a bola a passar muito perto da barra. Logo a seguir, foi a vez de Raphael Aflalo travar o remate potente de Luis Díaz.

Ainda antes do intervalo, o FC Porto voltou a pedir penálti por suposta bola no braço de Mehremic. O árbitro (e o VAR) consideraram, contudo, que o braço estava colocado de forma natural ao longo do corpo.

A falta de inspiração dos ‘dragões’ arrastou-se até ao segundo tempo, enquanto a crença do Aves no empate crescia a cada livre de que ia beneficiando - num deles Mohammadi ainda obrigou Marchesín a defender com os punhos.

Sérgio Conceição optou por mexer na equipa e lançou Alex Telles e Zé Luís (saíram Mbemba e Luis Díaz), passando a jogar em 4x4x2, com o cabo-verdiano a fazer dupla com Tiquinho Soares. No entanto, o melhor que os 'azuis e brancos' conseguiram foi um cabeceamento à barra de Pepe, após canto de Alex Telles na direita.

O central português ainda evitou males maiores aos 82', ao antecipar-se a Yamga, mas a verdade é que o Aves também não teve capacidade para dar outro rumo à partida, pelo que o 1-0 acaba por ser o resultado mais justo.

 Fonte: SapoDesporto
Ler 30 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Parceiros Estrategicos:

   WS Consulting  

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information