Aves BenficaBoavistaBraga FC PORTO MaritimoMoreirense PortimonenseRio AveSanta ClaraSportingTondelaVit.GuimarãesVitória de Setubal

Você está aqui:Desportos Motorizados»Fórmula 1»Fórmula 1 espera concluir 15 a 18 corridas e as primeiras não terão público
quarta, 29 abril 2020 20:02

Fórmula 1 espera concluir 15 a 18 corridas e as primeiras não terão público Destaque

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

Os promotores da Fórmula 1 esperam concluir a época em Dezembro, "após 15 a 18 corridas". Os GP de Fórmula 1 da Áustria e Inglaterra deverão mesmo realizar-se, mas sem a presença de público.

Os GP de Fórmula 1 da Áustria (5 de Julho) e Inglaterra (19 de Julho) deverão mesmo realizar-se, mas sem público nos circuitos, anunciaram esta segunda-feira os promotores, que esperam concluir a época em Dezembro “após 15 a 18 corridas”.

O norte-americano Chase Carey, responsável máximo da competição, anunciou esta segunda-feira que a corrida que se deverá realizar no Red Bull Ring, em Spielberg, acontecerá provavelmente “sem espectadores”, marcando o início da competição.

“Antevemos o início das corridas na Europa em Julho, Agosto e início de Setembro. A primeira será na Áustria”, escreveu aquele responsável, num comunicado, em que fica claro o plano para a realização do campeonato deste ano.

Chase Carey revelou, ainda, que as primeiras corridas “deverão desenrolar-se sem espectadores”.

Ainda temos de definir uma série de questões, como os procedimentos de entrada [nos circuitos] e o funcionamento de cada equipa e os nossos restantes parceiros em cada país”, explicou ainda o mesmo responsável.

 

Para além do GP da Áustria, a 5 de Julho, também o GP de Inglaterra, previsto para 19 de julho, deverá acontecer sem público. Isso mesmo foi assumido já pelos responsáveis do circuito britânico numa carta enviada aos adeptos que já tinham adquirido bilhetes.

O director do circuito de Silverstone, Stuart Pringle, escreveu aos adeptos a explicar que “não será possível deixar entrar” público no complexo devido às exigências do distanciamento social impostas pelo novo coronavírus.

“Temos claro, nesta altura, que dadas as condições actuais e as exigências do governo, não será possível realizar um GP em condições normais”, explicou Stuart Pringle, numa carta aos adeptos enviada esta segunda-feira.

Aqueles que já compraram ingressos poderão reaver o dinheiro pago ou manter o bilhete para a edição de 2021.

Desde o início da pandemia de Covid-19 já foram adiadas ou canceladas dez das 22 corridas previstas no calendário mundial. A mais recente a ser cancelada foi a prova francesa, prevista para o circuito de Paul Ricard. O GP da Áustria, a 5 de Julho, é, agora, apontado como a primeira prova da temporada.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 204 mil mortos e infetou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

Fonte: Lusa

Ler 294 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Parceiros Estrategicos:

     

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information